CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Sexta-feira, 23 de Março de 2007
Madeirices

 

Olhó balão!

Em tempos que já lá vão, publiquei neste blogue (ver arquivo de Maio de 2006) uma pequena nota sobre a prodigalidade da Natureza nesta formosa Ilha da Madeira. Com efeito, não há obra embargada, lixo, escombros, ruínas, arriba, entulho, baldio, que, em oucas semanas não seja invadido por um manto de vegetação pujante e trepadeira. Este, na época da floração (que aqui dura o ano todo) forma um autêntico tapete de belas flores dos mais variados matizes e formas.
Pois agora, a mesma Natureza mostrou toda a sua força de forma bem diferente. A história começou tempos atrás com a instalação em pleno centro do Funchal, junto à praia, de um desmesurado balão cativo para deleite “oftálmico” dos turistas mais abastados (os bilhetes são caros) e, porque não dizê-lo, para os proventos dos proprietários. Um mostrengo deselegante de subir e descer preso por um cabo.
Decerto que a vista lá de cima é aliciante mas, numa ilha onde todo o tempo é pouco para apreciar tantas maravilhas há muito existentes, não se justifica tal atentado à beleza citadina da capital madeirense. Os protestos foram muitos, chegando-se ao ponto de o Diário de Notícias da Madeira incluir esta aberração num concurso de mamarrachos onde os leitores votaram numa eleição animada. O balão não ganhou o primeiro lugar, mas obteve uma classificação assaz (des)honrosa.
Pois no passado domingo, a tal Natureza fartou-se do vexame e, como este já durasse há demasiado tempo, não esteve com meias medidas. Com um sopro de vento mais atrevido, desfez o balão em farrapos.
Porém, para nossa desgraça, os donos do malogrado aparelho aéreo já nos ameaçaram com a sua reparação. O que me preocupa pouco. Estou certo que a mãe Natureza se vingará, as vezes que forem necessárias, dos atentados que lhe fizerem nesta terra.


publicado por Fernando Vouga às 15:15
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Dulce a 23 de Março de 2007 às 17:03
Três vivas à Mãe Natureza!


De Anónimo a 23 de Março de 2007 às 21:21
E foi só um cheirinho de cento!


De Anónimo a 23 de Março de 2007 às 21:25
Desculpem. E foi só um cheirinho de vento!


De António José Trancoso a 25 de Março de 2007 às 16:08
Meu Caro Amigo
Os pategos cá do burgo andam desorientados pois ficaram sem o quê para onde olharem.
Mas, segundo consta, estarão a desenvolverem-se esforços para que rapidamente a "maravilha" seja reposta em todo o seu esplendor.
Entretanto, como paliativo, poderão regalar a vista com a rotunda papada do Big-Chef, que não há temporal que o derrube...
Um abraço.


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Notas recentes

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds