CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008
Madeirices
 
 
 
 
 
 
 
            Parece-me discutível, para efeitos da aplicação da recente lei do tabaco, considerar público um espaço alugado pela supracitada ASSICOM num hotel para uma reunião privada onde todos, utentes e funcionários, estariam de acordo em que fosse permitido fumar. Mas não é isso o que me proponho tratar. O que está aqui em causa é a tentativa de, perante a comunicação social, pessoas altamente responsáveis na governação da RAM, com uma ostentação e arrogância inadmissíveis, mostrarem que, quando não lhes convém, se sentem com todo o direito a desobedecer à Lei.
 
             Não é com exemplos destes — e não são poucos — que o cidadão comum se vai convencer a, de uma vez por todas, cumprir as leis deste país. Este comportamento, demasiado comum nas figuras importantes (estou também a lembrar-me de um ministro que circulava a mais de duzentos quilómetros à hora), transmite uma mensagem clara: a de que as leis restritivas só se fizeram para os fracos e desfavorecidos.
            Por outras palavras, sendo para os governantes e outras pessoas importantes uma questão de prestígio não cumprir a Lei, para o cidadão comum, cumpri-la, não passará de uma humilhação.
  
Nota:
            Nem de propósito, no DN-Madeira de hoje, nas cartas dos leitores, uma senhora queixava-se de, numa discoteca do Funchal, a lei do tabaco estar a ser ostensivamente desrespeitada, perante a passividade dos empregados. É de dizer: com exemplos destes...


publicado por Fernando Vouga às 15:33
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De António José Trancoso a 30 de Janeiro de 2008 às 22:29
Caro Monteiro Vouga
Em Moçambique, logo após a Revolução de Abril, o General Diogo Neto, em conversa amena, em roda de Oficiais, contrariando a euforia da maioria, colocava os pontos nos ii, alertando para uma realidade resultante de um saber de experiência feito:
" Meus senhores, não tenham ilusões. O que sempre vigorou e sempre vigorará é o seguinte:
Para os amigos, TUDO; para os outros, a LEI."
Esta máxima não deixa de ser verdadeira se outros forem os seus intervenientes:
Para os "Cidadãos Encartados", isto é, para os Detentores do Poder, TUDO; para os outros, isto é, para os somente "habitantes", a LEI.
E tudo se agravará, exponencialmente, quando os poderosos transportam em si as características próprias de serem filhos...únicos, mimados, birrentos, malcriados, vingativos, prepotentes, insuportáveis.
O vinho seco, no entanto, faz o milagre de multiplicar a realidade por -1.
Assim, " lá vamos, cantando e rindo"...


De António José Trancoso a 4 de Fevereiro de 2008 às 19:43
Caro Monteiro Vouga
Relendo este seu post e a propósito da senhora que verificou a inobservância da lei do tabaco na discoteca, ocorre-me perguntar:
Se, em vez da discoteca, a senhora tivesse visitado um "inocente" bar de alterne, porventura esperaria aí encontrar a Madre Teresa de Calcutá ou a Virgem Maria?!
O radicalismo, de certas leis fundamentalistas, acaba, inevitavelmente, no ridículo.
E, ainda aqui vamos.
Como somos um povo de inveterados copiadores do que se faz "lá fora", só falta cabular a legislação do Canadá, e, voltarem, os "criminosos tabagistas", a fumar o seu cigarrito às escondidas, na casa de banho, como quando eram garotos.
Mas "mandar para a veia" isso não interessa para nada, pois não?!
Nem para o Orçamento, sustentado por todos nós?!


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Notas recentes

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds