CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008
Temos Presidente?

 

            José Miguel Júdice, num dos seus costumados ataques ao novo Bastonário da Ordem dos Advogados, afirmou que seu o tom bombástico se destina a preparar o caminho para a Presidência da República.

            Por sinal, ao ouvir há dias a entrevista que Marinho Pinto deu a Maria Elisa, perguntei aos meus botões: «O que é que faz correr este homem"?». E concluí o meu raciocínio com outra pergunta: «Será que tenciona candidatar-se a Presidente da República?»

            Como pretender ser PR não é crime, até acho uma excelente ideia. Será a pedrada no charco que há muito está a fazer falta neste país de cinzentismo político.

            Se as eleições fossem hoje, votava nele.



publicado por Fernando Vouga às 23:09
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De Luís Alves de Fraga a 7 de Fevereiro de 2008 às 16:46
Caro Fernando Vouga,
Até pode ser que seja esse o motivo, todavia, se é trata-se de um tiro de salva, porque todos nós sabemos que o Presidente que está é sempre reeleito para o segundo mandato.
Como tiro de salva só faz barulho e fumo, será que tudo o que o Bastonário da Ordem dos Advogados diz é só fumaça?
A ser assim, estamos perante uma frustração!
Um abraço


De António José Trancoso a 7 de Fevereiro de 2008 às 16:54
Caro Monteiro Vouga
As conjecturas de José Miguel Júdice trouxeram-me à memória a "estória" do rapinante que, em manobra de diversão, gritava: "Agarra que é ladrão".
Acusando Marinho Pinto de colocar-se na linha de partida para a Presidência, não estará, ele próprio, ardilosamente, a querer afastá-lo dessa "suposta" posição, e, em alternativa (subreptícia, à boa maneira de jurista, batida e velha raposa) insinuar-se na mente dos portugueses como a melhor e mais credível das opções?!
Numa terra de saloios, a esperteza saloia é a que mais frutos costuma dar.
De resto, não haja ilusões. O próximo mandato, sendo o segundo, do actual detentor, está já reservado.
Não o acompanho no seu sentido de voto. Por duas simples razões:
A primeira, porque o Presidente da República cada vez mais se parece com a Raínha de Inglaterra;
A segunda (decorrendo da primeira) porque, Marinho Pinto, " a manter as suas críticas posições, e, sem rabos de palha", preferiria vê-lo como líder do Poder Executivo, capaz de dar um " murro na mesa" dos poderosos lobbies, que, de facto, manipulam os arrivistas-oportunistas que (des)governam este País.
Como vê, nem sempre estaremos de acordo. Mas, queira aceitar o meu fraterno abraço.


De Fernando Vouga a 7 de Fevereiro de 2008 às 23:35
Ó meus amigos
Chega de bater no ceguinho...
Então eu já não posso sonhar?

Bem sei que o segundo mandato são favas contadas. E que, para isso, basta saber viver no cinzentismo.

Para quando um Presidente que saiba falar, que diga o que pensa e que não se preocupe apenas em gerir o silêncio?


De António José Trancoso a 8 de Fevereiro de 2008 às 01:49
Oh! meu Caro Amigo
Só nos resta, daqui a muitos, muitos anos, assombrarmos o Palácio de Belém e pregarmos uns cagaços de morte ao seu principal habitante.
Até lá, nada feito.


De mitro.vorga a 28 de Fevereiro de 2008 às 22:36
Haja alguém com tomates, não é?


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Notas recentes

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Politicamente incorrecto.

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds