CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Segunda-feira, 14 de Junho de 2010
Para quem gosta de ler

         

 

 

          Caminhos Perdidos na Madrugada é um romance cuja acção decorre em Moçambique no termo da Guerra Colonial. Na plantação de “Chá Molungo” os acontecimentos precipitam-se à medida que no Portugal metropolitano o processo de descolonização se começa a desenhar. Os colonos sentem-se traídos e temem ser abandonados. Começa-se a sentir por todo o lado a influência crescente dos movimentos de libertação, com especial incidência da Frelimo. A acção muda-se para outros cenários: a Academia Militar na Amadora, um cemitério em Castelo Branco, as matas perigosas da região dos Dembos em Angola, a Guiné no tempo de Spínola, a guerrilha maconde no planalto de Mueda. O desfecho são dois nascimentos: de uma criança e de uma Nação.

 

 

Este livro encontra-se à venda nas seguintes livrarias do Funchal:

  • Livraria ESPERANÇA - Rua dos Ferreiros, 119
  • Livraria NOBEL - R. Vale da Ajuda, 11 (Junto ao Rest. Grand Brasa)
  • Livraria BERTRAND - Centros Comerciais Dolce Vita e Forum Madeira

 

Podem também ser adquiridos através do seguinte E-Mail:

 

       fcmvouga@sapo.pt

 

 

 

 



publicado por Fernando Vouga às 19:31
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De António Trancoso a 17 de Junho de 2010 às 00:13
A minha experiência africana, embora muito menor que a do Autor, permite-me, após a leitura desta sua última publicação, afirmar o seguinte:
A ficção parece realidade e a realidade... é mesmo real.
Um trabalho sério de um Homem sério!
Parabéns, meu Caro Amigo.


De Paulo a 22 de Junho de 2010 às 23:22
Um blogue interessante! Obrigado.
>Paulo


De José Brandão a 20 de Julho de 2010 às 19:57
Contar a história da Guerra Colonial em romance é tarefa que não está ao alcance da maioria dos que se dedicam a escrever – e descrever – sobre os factos que viveram em determinada altura da sua vida.
Fernando da Costa Monteiro Vouga é uma excepção, conseguindo através da ficção trazer o leitor para um interessante empenhamento de leitura fazendo da sua escrita algo de agradável e atraente com o desenrolar da sua prosa.
Com os seus Caminhos Perdidos na Madrugada, cuja acção decorre em Moçambique no termo da Guerra Colonial, Fernando Vouga fala do que sabe e conheceu como poucos.
Ler o que expõe nos seus livros (e são vários) é um prazer mesmo para os que não fazem do romance a sua leitura de opção.

José Brandão


De Fernando Vouga a 21 de Julho de 2010 às 22:26
Caro José Brandão

Nada pior do que ser louvado por quem não percebe nada do assunto. É grotesco e incomodativo.
Mas não há mais doce prémio do que receber um elogio, mesmo que nascido da beneviolência de alguém com os creditos firmados na literatura de pendor histórico e com uma vasta obra publicada.
Sem falsas modéstias, este meu livro é apenas a minha verdade sobre o período mais dramático da nossa História contemporânea.
Bem haja pelo seu comentário.

Um abraço amigo


De Fernando Vouga a 20 de Julho de 2010 às 22:27


De Henrique Alves a 29 de Julho de 2010 às 22:39
Já li este livro ! Gostei muito ! A leitura desliza facilmente e o autor consegue que o leitor se sinta perfeitamente integrado no palco onde as acções descritas acontecem ! Para quem não viveu o ambiente da guerra em África, este romance constitui uma excelente aproximação a episódios e vivências diárias dum Portugal Colonial que era distante e desconhecido para uma grande parte dos portugueses. Este livro constitui seguramente um testemunho que nos enriquece o conhecimento sobre aquilo que foi a nossa presença ultramarina.


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Notas recentes

Pensamento do dia

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds