CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Terça-feira, 30 de Agosto de 2011
Ainda a dívida da Madeira

 

 

          Em todo este imbróglio do deve e não deve, resta-nos apenas uma certeza: o Presidente do GR não tem culpa nenhuma. Esta vai direitinha para forças ocultas, tais como maçonarias aleivosas e esquerdas cavilosas. Porque, verdade seja dita, todas se juntaram para acabar com a Madeira. Só lhes falta cobrirem o Pico do Areeiro com umas largas toneladas de chumbo para afundarem ilha nas profundezas do oceano.

          Mas há mais, consta que alguém no Governo Regional está a fazer um estudo para calcular o total da dívida do Continente à Madeira desde os tempos de Gonçalves Zarco. E, como se tal não bastasse, tudo leva a crer que o famigerado rectângulo continue a roubar a nossa tão querida ilha. É urgente estancar esta autêntica sangria de capitais.

          Assim sendo, e antes que o Dr. Jardim apresente as facturas do passado, Passos Coelho não terá outra solução: em nome da mais elementar decência, deverá liquidar de uma vez por todas os buracos financeiros da Região. Depois, para evitar mais roubalheiras, deverá declarar unilateralmente a independência da Madeira.

          Nem mais nem menos.



publicado por Fernando Vouga às 18:19
link do post | comentar | favorito
|

34 comentários:
De Banana da Madeira a 31 de Agosto de 2011 às 19:15
Olhe que depois eles ficam a boiar no Atlântico...à deriva ! Mas agora falando a sério, tenha cuidado com o que diz, ou já se esqueceu do défice democrático ? Cuidado que, quando ele avança costuma fazer estragos e até chegam perdigotos a pelo menos quatro gerações atrás. Convém ir preparando o salvo-conduto. É melhor começar a investir já numas velinhas para ver se finalmente o povão inferior puxa o tapete ao povo superior. A não ser assim a coisa pode ficar preta e as prioridades poderão cair sobre as "personas non gratas". Nunca fiando. Todo o cuidado é pouco ! Olhe que o homem do dedo em riste é vingativo e ainda lhe pode mandar cortar o gás. Cuide-se ! É melhor deixá-lo à solta. Então não se vê logo que com essa ideia de independência vinda do contenente, põe o homem imediatamente com falta de ar e aflito ? E não se esqueça que os aflitos em horas de aperto são imprevisíveis...


De Fernando Vouga a 31 de Agosto de 2011 às 20:01
Caro Banana

Já vi que de banana não tem nada...
Claro que tem razão. A independência é apenas para inglês ver. Já toda a gente sabe e nem se percebe bem porque é que o senhor insiste na ideia. A acontecer, para lá dos dinheirinhos, quem é que vai arcar com as culpas pelas asneiras que fizer? Talvez o Obama, dada a importância da República da Madeira no contexto internacional...

Quanto às vinganças, nesse particular, nunca tive dúvidas e raras vezes me engano (onde é que já ouvi isto?). Mas chegou a altura de mostrar que não temos medo. Quanto mais não seja porque "quem mais se abaixa mais o rabo se lhe vê".


De Banana da Madeira a 31 de Agosto de 2011 às 20:19
Vejo que o Sr. anda bem treinado ao que toca a "descalçar botas". E eu a pensar que ia ficar a "bater válvulas". Sim senhor, assim vou bater a outra porta ! Por aqui, já vi que não me safo...Afinal sou eu quem vai "dar à sola" !


De Fernando Vouga a 31 de Agosto de 2011 às 20:54
Caro Banana

Embora não saiba a que sabe lamber botas, acho preferível descalçá-las.


De Jacaré Tem Dente a 31 de Agosto de 2011 às 20:54
Não estou a ver a importância da Medeira na carreira de Obama !???
Eu acho que a Madeira já se baixou até demais e já mostrou o seu rabinho...mas, mostrar o rabinho não faz parte da coreografia do Bailinho da Madeira?
"...deixa passar nesta linda brincadeira, vamos bailar o bailinho da Madeira..."
Max tinha razão...e venham agora os filosofos de trazer por casa; se o problema sempre existiu e se sempre o consentiram.
Sejamos sérios Meus Senhores.


De Fernando Vouga a 31 de Agosto de 2011 às 21:30
Caro Jacaré

Claro que o Obama não sabe nem quer saber o que se passa na Madeira, a menos que goste de anedotas.
Mas o Grande Timoneiro parece que pensa que está a governar o mundo, combatendo sem descanso as esquerdas que, segundo ele, é o que faz falta para acabar com todos os males da humanidade. E até acha que o mundo lhe deve pagar por isso, perdoando-lhe, está-se mesmo a ver, as monstruosas dívidas que contraíu.


De Jacaré Tem Dente a 31 de Agosto de 2011 às 21:47
Estamos a andar à roda Senhor Fernando Vouga.
Quem levou o “homem” ao poder e que agora se queixa?
Quem é marginal (de opiniões e de voto) naquilo que se conclui?
Os “docentes retirados” e “papagaios/incapazes” ou os actuais resistentes/residentes?
Há só que dar uma olhada límpida sobre a Madeira, porque sabe senhor Fernando Vouga, conheço bem a sua região e posso dizer-lhe que não é só boa gente; há muito quem usufrua e se diga CONTRA.


De Fernando Vouga a 31 de Agosto de 2011 às 23:10
Caro Jacaré

Honestamente, não estou a ver onde quer chegar. As suas afirmações parecem-me um tanto vagas.
De qualquer forma, é fácil esclarecer como se chegou a este estado de coisas e quem são os responsáveis. Está tudo em pratos limpos no livro de Ribeiro cardoso "Jardim a grande fraude".


De Jacaré Tem Dente a 31 de Agosto de 2011 às 23:42
Não estou de acordo com Ribeiro Cardoso.
O livro em questão é só uma constatação e nada mais.
Um sucesso de livraria !
A fraude terá sido a "grande fraude de Jardim" ou a ignorância do eleitor ?


De Fernando Vouga a 1 de Setembro de 2011 às 14:42
Caro Jacaré

Há um ditado nos meios equestres que diz que, quando as coisas correm mal, a culpa é sempre do cavaleiro e não do cavalo.
Não me diga que AJJ é a vítima e o eleitorado o criminoso.


De Jacaré Tem Dente a 1 de Setembro de 2011 às 16:15
Voltamos a Thomas Carlyle Sr. Fernando Vouga.
Penso que toda a resposta reside e só nesta sua página de Poste anterior.
Bem sei; bato na mesma tecla - a da cultura.


De Fernando Vouga a 1 de Setembro de 2011 às 17:58
Caro Jacaré

Carlyle disse, entre outras coisas, que não acreditava na sabedoria colectiva da ignorância individual. Ou seja, nem sempre quem ganha as eleições é a melhor escolha (parece que é aí que quer chegar). Mas daí até se inferir que quando um grupo de bandidos assalta um banco o culpado é a polícia vai uma distância enorme.
Apesar de tudo, o povo superior, ao votar Jardim, não lhe deu carta branca para só fazer asneiras e deixar os madeirenses de tanga. Porque é suposto que, no mínimo, os governantes devem defender os interesses do seu povo. O que aconteceu é que o povo superior foi enganado.


De Corcodilo Dente Grande a 1 de Setembro de 2011 às 17:38
Oh homem, desembuche ! Deixe-se de enigmas ! A falar assim corre o risco de nem toda a gente receber a sua mensagem. É que nem todos somos inteligentes !


De Jacaré Tem Dente a 2 de Setembro de 2011 às 11:36
Caro Corcodilo…ou Crocodilo (?)
Nem todos somos inteligentes (?), não estou de acordo porque acontece que todos somos inteligentes, só que utilizamos a inteligência de formas diferentes.
Os critérios de compreensão é que não serão os mesmos porque se assim fosse, creia que estaríamos aqui a falar de outras coisas.
Se a verdade que vivemos já é um enigma intrínseco…!?
Cada um reserva-se a liberdade de se expressar como pode, como sabe ou como entende e de desembuchar como rumina.


De Patriota a 31 de Agosto de 2011 às 21:45
Deram cabo do Império no PREC. E não descansam enquanto não dão cabo dos restos. E por que não as Berlengas ? Qualquer dia não me admiraria um regresso ao Condado Portucalense. Quanto à actual situação económica da Madeira, a culpa, em grande parte também foi da República. Então não estava à vista de todos. Porque não "fecharam a torneira" mais cedo. Como às criancinhas, acharam-lhe muita piada, desculpando-o continuadamente. Era o Enfant Terrible e tal e coisa, e foi assim que o "macaco foi à mãe". Não tiveram coragem para o travar a tempo e agora vamos todos para a desgraça "cantando e rindo" ...ou chorando...


De Fernando Vouga a 31 de Agosto de 2011 às 23:12
Caro Patriota

Só lhe posso dizer uma coisa: tem razão.


De jorge figueira a 1 de Setembro de 2011 às 13:26
Lá está o nosso Grande Lider , tal qual o rapaz que alvoraçava a aldeia denunciando a presença de lobos, a reclamar a independência. Já ninguém o leva a sério.
O País dividido, com as feridas da descolonização a sangrarem, aceitou o discurso falangista de 1975/76. Os tempos mudaram. A cabeça, porém, manteve-se nesse arquétipo.
Uma matriz psicológica persecutória, onde Salazar seria um "Menino do Coro" quando com ele comparado, ao fim de 30 anos, levou-nos a este estado coisas.
Subscrevo integralmente o carácter jocoso da prosa inicial mas gostava de ver, para além dos "não madeirenses", que não hesitam a meter a ridículo o comportamento do homem, os madeirenses, propriamente ditos, a saírem deste amedrontado comportamento que não evitará com ou sem Alberto João o pagamento da pesada factura que aí vem.


De Fernando Vouga a 1 de Setembro de 2011 às 14:50
Caro Jorge

Como sabe, a minha mãe não estava na Madeira aquando do meu nascimento. Facto do qual não tenho culpa, nem dentro do critério do "pecado original".
Como tal, mantenho contactos muito frequentes com as gentes do "rectângulo". O que é natural.
Nesses contactos senti uma grande mudança na maneira como é encarada a realidade madeirense. Há uns anos, todos mostravam uma certa simpatia por AJJ, dado que, em Portugal, ele era o único governante com "tomates" digamos assim. Mas agora tudo mudou. Nota-se uma grande repulsa por tudo o que cheira a madeirense e os comentários sobre AJJ são azedos e raiam o nojo. É pena, porque, estão a confundir a árvore com a floresta.


De Quantos são, Quantos são ? a 1 de Setembro de 2011 às 23:47
Então, e onde é que a gente se pode inscrever na FRELICO ? Isto é, onde é que a gente se pode alistar ? Estou disponível !


De Fernando Vouga a 2 de Setembro de 2011 às 11:25
Caro amigo

Por enquanto não há inscrições. A FRELICO está em fase de divulgação e o que interessa agora é espalhar a ideia. Mais tarde, passar-se-á à acção...
Nestes momentos difíceis em que andam a meter a mão nos nossos bolsos, há que libertar o Continente do fardo de aturar e pgar as fantasias megalómanas do senhor Dr. Jardim.
De qualquer forma, como o povo superior apoiante do jardinismo está convencido de que é a Madeira que está a ser roubada, a indepandência vem mesmo a calhar para ambos os lados.
Dadas as hesitações do Presidente do Governo Regional nesta matéria — umas vezes diz que sim outras diz que não —, há que se tomar uma atitude firme da parte dos "continentrais" e resolver o problema uma vez por todas. Não se pode obrigar a ser português quem o não quer.


De Quantos são, Quantos são ? a 2 de Setembro de 2011 às 15:08
Ainda por cima, de há uns anos para cá, desde que ambas as partes estejam de acordo, o processo de divórcio fica logo facilitado e até parece que é rápido e sem burocracias. O que eu desconfio, ou tenho a certeza é que aquilo tudo não passa de léria barata do batráquio mor cá do burgo. Ele sabe que a acontecer isso, não haveria rolhas que chegassem para manter a Madeira à superfície, dados os buracos ainda maiores que passariam a aparecer. As receitas em impostos cobrados e que ficam na Madeira, só chegam para cobrir 46% das despesas. Esses 46%, ficam logo consumidos pela Educação e pela Saúde ! Para o resto, o rapaz teria de ir ao Totta...que já não acredita nele e muito menos ainda se a FRELIC levasse a bom porto as suas intenções. A sorte do batráquio é que os pais gostam sempre dos filhos mesmo quando são maltratados por estes. O homem chegou a um ponto que já não sabe para que lado se há-de virar. É que, finalmente, parece que vão deixar de lhe aparar aquele jogo de algazarra constante. Cada vez menos vão ouvi-lo e provavelmente, do outro lado do mar cada vez mais lhe vão atirar com a doutrina da FRELIC para o manter com a "bolinha baixa" rente ao relvado. Realmente, já cansa ver toda esta impunidade à solta !


De jorge figueira a 3 de Setembro de 2011 às 14:01
Vejo que a ideia está a conseguir aderência. Parece-me sensata o opinião de que devemos debater o assunto antes de passar à face seguinte.
Há, por isso, dois aspectos que, em minha opinião, devem ser esclarecidos.
1 - O Sr. Silva" há muitos anos, ainda um tecnocrata feito Min. das Finanças, sem o brilho da estrela de 1ª grandeza da política nacional AJJ -</a> manifestou desagrado perante o excessivo endividamento de uma Câmara. Anos mais tarde, já 1º Min , depois de AJJ ter transformado a Caixa Económica do Funchal em tesouraria do GR e para evitar o primeiro escândalo do sistema financeiro português, autorizou a criação do BANIF. Deve aos portugueses (inscritos ou não FRELICO ) uma explicação: custou quanto a brincadeira?
2 - Imaginem os companheiros de debate que o Eng. Amilcar Cabral aí por 1960/61 entregava ao Dr. Salazar uma carta pedindo que ele o ajudasse a ter dinheiro de fartura para montar festas para o seus guerrilheiros. Alguém, nas suas hostes, o levaria a sério? Não creio. Seria a debandada geral. O General ficaria sem tropa.
Estas questões, em minha opinião, como nas novelas, vão colocar-se e o descrédito vai impor-se. Tal como aquele Sr. . que tinha a certeza de que seria 1º Min , só não sabia quando, eu também não sei se será antes ou depois de 9 de Out. Estou seguro de que saberemos!


De Fernando Vouga a 3 de Setembro de 2011 às 18:33
Caro Jorge

O Dr. Jardim faz-me lembrar um tal Sócrates, que foi PM durante seis anos. Está agarrado ao poder e de cabeça perdida. Nunca tem culpa do que se passa e nada o faz recuar. E, tal como esse PM de má memória, baralha as contas, inventa comparações disparatadas, inimigos invisíveis, conspirações insondáveis e o mais que adiante se verá. Porque, bem lá no fundo, está convencido de que o eleitorado é estúpido.
O mal é que, quanto ao eleitorado, é capaz de ter razão.


De Jacaré Tem Dente a 4 de Setembro de 2011 às 01:42
"Porque, bem lá no fundo, está convencido de que o eleitorado é estúpido.
O mal é que, quanto ao eleitorado, é capaz de ter razão."

Estamos a chegar ao ponto culminante da questão Senhor Fernando Vouga.
A culpa é do cavalo ou do cavaleiro ?


De Fernando Vouga a 4 de Setembro de 2011 às 18:39
Caro Jacaré

A culpa continua a ser do cavaleiro.
Porque, em vez de gastar o nosso rico dinheirinho na VERDADEIRA educação do povo, gasta-o mal gasto na caça ao voto, na mentira, na estupidificação do eleitorado. Gasta-o em inaugurações de obras e mais obras que, fora algumas necessárias (ninguém consegue fazer tudo mal feito), o grande objectivo é a propaganda do grande timoneiro.
Meu caro senhor, é o vigarista e nunca o vigarizado, que tem a culpa.


De Jacaré Tem Dente a 4 de Setembro de 2011 às 18:45
Caro Senhor Fernando Vouga, um ponto de vista sempre depende da posição do seu observador.
Um abraço do Jacaré.


De Sempre à Coca a 4 de Setembro de 2011 às 20:15
"Meu caro senhor, é o vigarista e nunca o vigarizado, que tem a culpa." Em cheio ! Esteve bem ! ...Mas ainda há quem não perceba coisas tão elementares como diria o "meu caro Watson"...


De Jacaré Tem Dente a 5 de Setembro de 2011 às 12:20
Não estarei bem de acordo Caro Senhor, o vigarizado, na grande maioria dos casos, pretende ser ainda mais vigarista do que o próprio vigarista e depois; bom, depois sai-lhe o tiro pala culatera...
"Elementar Meu Caro Watson".
O "campo de forças" e a "arte e a maneira" não são os mesmos.
O incauto (ou desprevenido) nem sempre é assim tão desprevenido como isso e viu-se no número de mandatos OFERECIDOS a AJJ.


De Sempre à Coca a 5 de Setembro de 2011 às 14:38
Pode traduzir "culatera" ? É que já fui ao dicionário e não encontro.


De Jacaré Tem Dente a 5 de Setembro de 2011 às 18:16
“culatra
Significado de Culatra
s.f. Bloco de aço móvel que fecha a parte traseira do cano de uma arma de fogo.
Parte posterior de uma boca de fogo.
Chul. O traseiro, o assento; as nádegas.
Peça de ferro ou de madeira com que se acrescenta o dente do arado, quando este está gasto.
Bras. Coice, retaguarda: a culatra do rebanho.”

A sua intolerância, Caro Senhor Henrique, deixa-me conceder-lhe toda a razão.
Tenho só um “E” a mais e que o “espertalhão” do “sempre à coca” não tolerou…!
Deixe-me dizer-lhe que Fernando Vouga reserva também este espaço aos ignorantes do meu calibre que, como sabem e podem, têm a permissão de ao menos participar.
Sabe que quando apontamos os erros dos outros, é que sempre nos servimos disso para escondermos os nossos próprios erros e; quem nunca falhou, pois que lance a primeira pedra…
Deixo-lhe um BRAVO por um “E”; e que este meu erro tenho podido servir para AO MENOS para o Henrique abrir o seu Dicionário de Língua Portuguesa, coisa que nem sei se o faz com frequência; o que duvido!
Não sou militar, e confesso-lhe que “culatera”, pois associei a “culateral” – o que está forçosamente errado, bem reconheço, porém, para quem é culto e intolerante, para quem conhece bem a linguagem militar e bem sabe o que é uma CULATRA – como não será o seu caso; pois penso que o Henrique o deverá ter visto muitas vezes escrito o que não foi o meu caso…enquanto que nesses tempos eu lia outras coisas, talvez o Henrique lesse nesse tempo catálogos (só) militares e daí a sua correcção judiciosamente legítima.
Mas olhe Henrique, um grande BRAVO pela sua atenta correcção.


De Fernando Vouga a 5 de Setembro de 2011 às 21:34
Caros comentadores

Pelos vistos há quem se conheça.
Nesses termos, agradeço que se abstenham de utilizar este espaço para "troca de galhardetes" que, diga-se em abono da verdade, não aprecio minimamente e acho de péssimo gosto.


De Sempre à Coca a 5 de Setembro de 2011 às 22:18
Sinceramente não percebi a sua reacção. Não era caso para tanto. Sobretudo se me lembrar que num outro post o sr. Jacaré Tem Dente não fez cerimónia nenhuma para corrigir "Crocodilo" em vez de "Corcodilo". Ao que parece o visado aceitou a sua correcção com fairplay. Chama-se "poder de encaixe" !


De Jacaré Tem Dente a 5 de Setembro de 2011 às 23:03
Tem toda a razão e susceptibilidades; veja bem, é a coisa mais parva que tenho em mim, pode crer.

Acabei de prometer ao administrador do Blog (por Email privado) que não voltarei nem em Jacaré Tem Dente, nem em 100 Estribeiras nem em mais uns quantos…não quero ofender com o “meu franco falar”.

Sabe que nada há de mais frio que não sejam as comunicações informáticas e peco – confesso – pelo excesso de sentimento que por vezes ponho no meu ignorante e limitado escrever.

Não voltarei, troca de galhardetes é sempre chato e pois não me saberei comportar devidamente; ACEITO-O!

Corcodilo não é um erro; é só o nome de um desenho animado espanhol, tentei fazer “laracha” e não consegui, pelo que peço desculpa pela minha falta de “lhumorismo”!

Adoro a polémica (defeito de nascença e peço também desculpa), acho que é da polémica que nasce a Luz; porém, não consegui, tentei – como sempre o tento – ser Cartesiano, e, estabelecer a dúvida, para irmos mais longe nas nossas opiniões; todavia, se este meu “forcing” é interpretado como uma troca de galhardetes; pois retiro-me e com a vénia de quem venera um Blog inteligente, nobre e presente, desejo o maior sucesso a DEPROFUNDIS. Consultarei, prometo, porém, não participarei porque a administração do Blog considera ser um péssimo gosto da minha parte.

Mas, caro Senhor, deixe-me identificar-me – já que aqui não voltarei – eu chamo-me Rui Saraiva Alves, sou apenas um nada, de pseudónimos Jacaré Tem Dente (achei piada a este nome) e 100 Estribeiras, também sou eu e, mais una quantos “pseudo” que me divertem…nada de provocação, apenas uma “cor de fundo” e nada mais.

Há quem assim o não entenda e há quem tome também o “nick name” por cobardia, teremos que tolerar todas essas parvas opiniões, acredite que não há a menor cobardia da minha parte, apenas diversão, DEPROFUNDIS é um Blog que me dispõe bem, é um espaço inteligente e cheio de bom senso.

Não trocaremos mais galhardetes, prometo, ficarei com a excelente recordação de ter tido correspondentes de boa qualidade – como é o seu caso – e já que a administração do Blog considera ser “um péssimo gosto” da minha parte, pois retiro-me e com a melhor reverência guardando a melhor referência de todos.
Cordiais saudações.
Rui Saraiva Alves.


De Fernando Vouga a 5 de Setembro de 2011 às 23:10
Caro "Jacaré"

Obrigado pela sua reacção, que só revela carácter e sentido de responsabilidade, o que só lhe fica bem. Mas não era preciso tanto.
Espero que continue a visitar este espaço.

Um abraço


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Notas recentes

Pensamento do dia

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds