CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Sábado, 1 de Outubro de 2011
Jardinismo científico

 

Imagem enviada pelo correio electrónico

 

          São tantas as teorias científicas que o senhor Presidente do GR apresenta para disfarçar o desconforto que sentiu ao ser apanhado em falta, que seria fastidioso enumerá-las todas neste espaço. Para lá da falta de pachorra.

          Vou apenas mencionar duas que, por serem tão bizarras, não passam de anedotas de maui gosto.

          A primeira, uma enorme aberração histórica, é a de que as gerações actuais (do Continente, claro) terem a obrigação de devolver à Madeira tudo o que, em sua douta opinião, daqui foi roubado desde os tempos de Zarco. Ou seja, este buraco não será mais do que um pagamento por conta! Teoria esta que, a ser posta em prática, abre um precedente terrível. Os indios do Brasil, os africanos, os indianos, enfim, todos os povos colonizados pelos portugueses teriam direito à devolução das riquezas que trouxemos das suas terras, desde os tempos de Bartolomeu Dias.

          A segunda teoria é a de que, qual pai estremoso, os dinheiros de que Jardim se serviu e não tinha direito, se destinaram a contribuir para a felicidade dos madeirenses. Gesto bonito e que dá votos...

          Não duvido que esses dinheiros não tenham feito a felicidade de alguns, embora, como mostra a figura, tal lhes esteja a fazer comichões nos sítios mais íntimos. Mas será que um pai tem direito a endividar-se irresponsavelmente e até ao absurdo por tal motívo? Será minimamente sensato fazê-lo sabendo que os filhos vão ter de pagar com juros as dívidas que contraíu?

          Diga-nos lá com seriedade, senhor presidente, qual vai ser a felicidade dos madeirenses a partir de agora?



publicado por Fernando Vouga às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 1 de Outubro de 2011 às 19:29

As duas mais simples – e ao mesmo tempo complexas – razões são: - o pecado original e a confissão.

Exímios (e bons exemplos) que “eles” (os chefes religiosos) sempre foram, AJJ copiou, certamente, da igreja estas duas dívidas; o pecado original, pois pague-se o que a colonização roubou; só que ele, AJJ, não se confessa!

A Madeira ficará sem a confissão, mas com o pecado original, porque esse, esse ficará!



Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Notas recentes

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds