CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Quarta-feira, 21 de Março de 2012
Inglês técnico

 " The Case is Altered"

 

          A avaliar pela qualidade da língua de Shakespeare, a casa à venda, em pleno Eastcote, Middlesex, UK, é propriedade de um antigo PM de Portugal, cujo nome não me vem à memória de momento...



publicado por Fernando Vouga às 14:44
link do post | comentar | favorito
|

7 comentários:
De Anónimo a 21 de Março de 2012 às 16:59
Felicito-o por ser Homem Discreto e que o "nome deste PM não lhe venha à memória"... É bem melhor assim !

Acredite que aprecio este seu lado educado, simples e que bom significado tem nas suas curtas - mas bem significativas - palavras.

Sei muito bem de quem se trata, mas, eles "carimbam-se na casca" ("...ils s´en tamponnent la coquille") e, como sabemos, o dinheiro não tem cheiro, venha ele de onde vier !

Os "historiadores" nunca nos saberão contar a verdadeira História de Portugal... sabe, gente a soldo dos Editores, escritores de "meia-tigela", ilusionistas da Aurora Boreal.

Um abraço.



 


De Fernando Vouga a 21 de Março de 2012 às 18:46
Caro anónimo


Obrigado pelos elogios. Mas não são merecidos.
Não mencionei o nome da criatura apenas como forma de mostrar o meu desprezo.


De jorge figueira a 24 de Março de 2012 às 13:45
Confesso que a ousadia é tanta que andei à procura de algo escrito num inglês tão profundo que me estivesse a escapar o verdadeiro sentido daquilo que o autor procurava dizer. Bisonhice minha!


De Fernando Vouga a 24 de Março de 2012 às 20:30

Caro Jorge


Já vai longe o tempo em que os alunos com o antigo 5º ano (hoje 9º) do curso dos liceus conseguiam entender a língua escrita e "arranhar" uma conversa.Hoje, com os exames enviados por FAX (sem se saber bem quem fez o trabalho...), conseguem diplomas indivíduos que não sabem mesmo nada. E o pior é que nem sequer sabem que não sabem.
Daí as figuras tristíssimas que o dito cujo PM fez por esse mundo fora, envergonhando o nosso país.




De jorge figueira a 25 de Março de 2012 às 10:46
O nosso País carece "fazer a recruta". Um das primeiras provas a que os jovens paisanos se submetiam ao vestirem as fardas eram os psicotécnicos. Acho que, hoje, muita gente perderia essas provas. As habilitações são curtas mas o carácter...


De Fernando Vouga a 25 de Março de 2012 às 11:00
Caro Jorge


Nesses tempos, a Defesa era uma responsabilidade nacional. Decerta forma, todos tinham obrigações militares.
Agora é uma responsabilidade de alguns. O que quer dizer que em caso de conflito armado, uns andarão a dar o corpo ao manifesto enquanto outros estão autorizados a vender armas e munições ao inimigo. 


De jorge figueira a 25 de Março de 2012 às 12:20
Concordo inteiramente. As manifestações de carácter que se vêem não deixam dúvidas, desde que o citado negócio dê para embolsar algum ele faz-se. A distinção é entre PORTUGUESES e portugueses os primeiros andam no mundo dos negócios os outros seguem direitinhos para o espremedor


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Notas recentes

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds