CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2015
O tempora o mores!

mw-960.jpeg

 Imagem retirada da NET

 

“Um grande número de estranhos consegue cooperar com êxito graças à crença em mitos comuns.”

 

Yuval Noah Harari em

“Sapiens – História Breve da Humanidade”

 

    Por outras palavras, podemos dizer que, para haver progresso, há que acreditar em alguma coisa.

    Acontece porém que os pilares da crença, qualquer que ela seja, estão a ruir estrondosamente. Senão vejamos:

    As religiões, por mais santas que sejam, têm sido ao longo da História, motivo para as mais cruéis selvajarias cometidas pelo homem. E, pelos vistos, tal tendência parece que não tem forma de abrandar.

    A Pátria, pelo menos no tocante ao nosso país, acaba por ser a mãe dos ricos e a madrasta dos pobres que, ainda por cima, terão de arriscar a pele para defender as regalias dos primeiros. E, como se viu na recente Guerra Colonial, os que por terras de África a defenderam até ao sacrifício extremo, estão a ser abandonados, esquecidos e até vilipendiados.

    Na política, o que hoje se vê — e o fenómeno não é assim tão novo — é os governantes não passarem de títeres ao serviços de poderes mais ou menos ocultos, para não dizer criminosos.

    Na banca, acontece o impensável. O nosso dinheiro não está seguro e são os próprios banqueiros que o fazem desaparecer em passes de magia que fariam tremer de inveja o próprio Houdini.

    No desporto, (o barão de Coubertin deve estar a dar voltas na campa...) o crime organizado atinge as mais altas esferas.

    Por fim, vemos agora que as indústrias mais prestigiadas ao nível planetário fazem batota grosseira e generalizada. E a procissão ainda vai no adro.

 

    Resumindo: restará ainda alguma coisa em que se possa acreditar?



publicado por Fernando Vouga às 11:19
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De MPPais a 3 de Outubro de 2015 às 18:49
Boa partilha!!!
Infelizmente é uma lucida apreciação da triste realidade em que vivemos.
Um abraço,
MPPais


De Fernando Vouga a 4 de Outubro de 2015 às 11:29
E é por estas e por outras que estamos condenados ao desaparecimento.
Invadidos, à força ou pacificamente, por gentes com uma fé forte, não temos nada para lhes fazer frente. 
E nem sequer fazemos filhos que cheguem para as encomendas...


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Notas recentes

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Convite

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds