CONTRA OS ABUSOS DO PODER VENHAM DONDE VIEREM
Sábado, 4 de Junho de 2016
Quem semeia ventos...

images.jpeg

Imagem retirada da NET

 

    Existe um blogue intitulado "Renovadinhos" (que se deveria chamar "O fala só" por não admitir comentários) cujo autor, embora não identificado, toda a gente sabe quem é. Basta ler meia dúzia de linhas e as dúvidas ficam desvanecidas...

    Acontece que hoje publicou a peça que se segue:

 

O tal Marques sente-se cada vez com mais corda (até um dia) e então é vê-lo a deitar para fora toda a sua má personalidade.

Insiste em dizer mal dos tempos de Jardim, mas é bom relembrar o seu percurso;

  • Funcionário do governo do dito Jardim sem concurso.
  • Deputado por indicação do mesmíssimo Jardim.
  • Anos e anos na comissão política presidida por quem? Claro pelo nome do costume.
  • Feito deputado europeu por escolha pessoal do ''velho'' Jardim.
  • Técnico superior, após a saída do parlamento de Estrasburgo (com gabinete próprio e todas as mordomias), até que se reformou da Função Pública.

Resultado;
Reforma vistosa antes dos 60 anos.

Mas há mais... como avençado do Grupo Sousa engendrou o monopólio dos portos que muito mal tem causado ao nosso povo e à economia da Madeira.

Com a ''brincadeira'' só lá para 2019, o governo (se quiser) poderá acabar com a vergonha.

 

 

    Temos aqui presente um documento esclarecedor, que nos mostra como  funcionava a máquina jardinista: à base do quero posso e mando. Se no âmbito interno do partido essa prática não se pode considerar muito democrática, no plano governamental é escandalosa e inaceitával. Pior ainda, o autor acaba por revelar a prática de tráfico de influências, ao esclarecer que o visado foi nomeado para um cargo público sem concurso.

    Pena é que não fale aqui nos enxovalhos a que não poupava todos os que tivessem a ousadia de o contrariar ou de tentar pensar pelas suas cabeças. Esquece-se que, ao humilhar, tantas e tantas vezes, aqueles que lhe lamberam as botas, criou inimigos e agora, 

... colhe tempestades.

 



publicado por Fernando Vouga às 19:14
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Jorge Figueira a 4 de Junho de 2016 às 21:26
Ele nunca enxovalhou ninguém, só defendeu o Povo Superior dos Profetas da Desgraça. 
Ele, nunca disse, mas trabalhou para atingir este objectivo. Querendo o Bem do Povo e estando enquistado na Igreja de há setenta anos,  ele quer enviar os madeirenses para o Céu. A melhor maneira foi deixá-los famintos. Levou à letra: É mais fácil passar um camelo no fundo da agulha que entrar um rico no Reino dos Céus  


De Fernando Vouga a 4 de Junho de 2016 às 21:41
Na tentativa de obter apoios comprando amigalhaços, o homem acabou por se rodear de inimigos, que outra coisa não queriam que não fosse roubar-lhe o poleiro. 
Depois, aconteceu o "até tu, meu filho Brutus?"


De Jorge Figueira a 4 de Junho de 2016 às 22:19
Mais "Brutus" que obus, com as suas toneladas de ferro. 


Comentar post

gse_multipart60608.jpg Tomates.jpg Santana Lamego
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Notas recentes

Pensamento do dia

Dúvidas

Quando fala a ignorância....

Não será com mel que se a...

A nega de Temer

Lamego Monumental

A arte de distorcer

Uma questão de padrinho

Ele há cada alarve!

Culinária Gourmet

Favoritos

Deixem os amigos em paz

Para onde vais, América?

Arquivos
Tags

todas as tags

Blogs amigos
Mais sobre mim
GALERIA FOTOGRÁFICA
Xangai
Nepal
Brasil
Praga
Visitas
free web counter
blogs SAPO
subscrever feeds